Arquivo | fevereiro 2017

Dicas para obter SUCESSO (Madre Tereza)

1. Mantenha a sua vida, seu corpo, sua casa, seus negócios e o seu dinheiro em ordem. Limpeza e organização são fundamentais para gerar prosperidade e paz. Comece fazendo uma faxina geral em seus sentimentos, raspando tudo que seja vil: inveja, mentira, avareza etc.

2. Fale pouco, ouça bastante e reaja baseado no amor – amor por seus princípios, amor por Deus e amor pela vida.

3. Seja autêntico, mas inspire-se também em biografias de pessoas bem sucedidas.

4. Crie sua missão de vida, de modo que como resultado de sua existência, pelo menos, três coisas se modifiquem, para melhor, no mundo.

5. Ame profundamente como se nunca fora ferido. Mas não deixe que pessoas más se aproveitem de você. Saiba reconhecer o mal, sem temê-lo. E jamais alimente o mal e o nefasto nas outras pessoas. Afaste-se, trate com reserva e mostre-se rude, se for necessário, mas nunca permita que a mediocridade e mesquinhez de uma pessoa encontre espaço para continuar atuando. Em especial, saiba identificar as intenções de uma determinada pessoa, independente dos julgamentos (positivos ou negativos) que você tenha para com ela.

6. Seja sempre grato pela sua vida a cada momento. Esta é a mais profunda meditação – dar graças por suas bênçãos. Agradeça por cada despertar de um novo dia, por cada alimento que recebe, por cada conquista, pelos problemas que permitem aprender lições, pelas pessoas que estão em sua vida, pelo seu corpo, por tudo mais, e por mais um dia bem vivido.

7. Seja caridoso, humilde e prestativo. Pratique a caridade ao próximo – você não precisa ir para a Etiópia ou para Calcutá para ajudar os pobres. Ajude o mendigo de sua rua, os seus empregados e quem está ao alcance de suas mãos.

8. Deseje e peça ardentemente o que é seu, por merecimento. O que é verdadeiramente seu lhe será dado, no momento certo. Evite desejos neuróticos por pessoas ou coisas que já estão comprometidas.

9. Conte até 10, 20 ou 100 antes de reagir. Aguarde 48 horas para resolver um problema. A maioria das coisas que pensamos serem problemas desaparece, naturalmente, em menos de 48 horas. Se persistir até lá, então passe a ocupar-se do assunto de forma criativa e relaxada.

10. Medite. Medite muito. Ore. Ore bastante. Pelo seu bem-estar, pela felicidade das pessoas que ama e pela paz no mundo.

11. Preserve a natureza. Consuma produtos naturais, envie flores, ame os animais, cultive plantas e ervas.

12. Leve a vida com bom humor.

O menino e a flor

 

O local estava deserto quando sentei-me para ler embaixo dos longos ramos de um velho carvalho.

Desiludido da vida, com boas razões para chorar, pois tinha a impressão que o mundo estava tentando me afundar.

E se não fosse razão suficiente para arruinar o dia, um garoto ofegante chegou perto de mim, cansado de brincar.

Ele parou na minha frente, cabeça pendente, e disse cheio de alegria:

– Veja o que encontrei!

Na sua mão uma flor.

E que visão lamentável!

Estava murcha com muitas pétalas caídas

Querendo ver-me livre do garoto com sua flor, fingi pálido sorriso e virei-me.

Mas ao invés de recuar, ele sentou- se ao meu lado, levou a flor ao nariz e declarou com estranha surpresa:

– O cheiro é ótimo, e é bonita também… Por isso a peguei. Pegue-a, é sua!

A flor à minha frente estava morta ou morrendo.

Nada de cores vibrantes como laranja, amarelo ou vermelho, mas eu sabia que tinha que pegá-la, ou ele jamais sairia de lá.

Então estendi-me para pegá-la
e respondi:

– Era o que eu precisava…

Mas, ao invés de colocá-la na minha mão, ele a segurou no ar sem qualquer razão.

Nessa hora notei, pela primeira vez, que o garoto era cego, e que não podia ver o que tinha nas mãos.

Senti minha voz sumir.

Lágrimas despontaram ao sol, enquanto lhe agradecia por escolher a melhor flor daquele jardim.

– De nada… – respondeu sorrindo.

E então voltou a brincar sem perceber o impacto que teve em meu dia.

Sentei-me e comecei a pensar como ele conseguiu enxergar um homem auto-piedoso sob um velho carvalho.

Como ele sabia do meu sofrimento auto-indulgente?

Talvez no seu coração ele tenha sido abençoado com a verdadeira visão.

Através dos olhos de uma criança cega, finalmente entendi que o problema não era o mundo, e sim EU!

E por todos os momentos em que eu mesmo fui cego, agradeci por ver a beleza da vida e apreciar cada segundo que é só meu.

Então levei aquela feia flor ao meu nariz e senti a fragrância de uma bela flor, e sorri enquanto via aquele garoto com outra flor em suas mãos prestes a mudar a vida de um insuspeito senhor de idade…

As melhores coisas da vida são vistas com o coração!