A Fábula do Rato

problema

Um Rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.

Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!!

A Galinha disse:

– Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

Então o rato foi até o Porco e disse:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!

– Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à Vaca. E ela lhe disse:

– O que? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.

A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.

No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal. (a Galinha)

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da Estória: “Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos.”

Eu tenho uma escolha sobre hoje.

escolhas

Eu acordei hoje cedo, animado sobre tudo eu tenho que fazer antes que o relógio bate meia-noite. Eu tenho responsabilidades a cumprir hoje e eu sou importante. Meu trabalho é escolher que tipo de dia vou ter.

Hoje eu posso reclamar porque o tempo está chuvoso, ou posso ser grato que a grama está ficando regada gratuitamente.

Hoje eu posso reclamar sobre minha saúde ou posso me alegrar que estou vivo.

Hoje posso lamentar sobre tudo o que os meus pais não me deu quando eu estava crescendo, ou eu posso sentir grato que me permitiu nascer.

Hoje eu posso chorar, porque as rosas têm espinhos ou eu posso comemorar que os espinhos têm rosas.

Hoje eu posso lamentar a minha falta de amigos ou posso animadamente embarcar em uma busca para descobrir novas relações.

Hoje posso lamentar porque eu tenho que ir trabalhar ou posso gritar de alegria, porque eu tenho um trabalho a fazer.

Hoje eu posso reclamar porque eu tenho que ir para a escola ou posso abrir minha mente e preenchê-la com ricas novas idéias e conhecimento.

Hoje posso murmurar desanimado porque eu tenho que fazer trabalhos domésticos ou eu posso apreciar que eu tenho um lugar para chamar de lar.

Hoje se estende à frente de mim, esperando para ser moldado. E aqui estou eu, o escultor que começa a fazer a formação.

O que hoje vai ser como é para mim. Eu começar a escolher que tipo de dia vou ter!

Tenha um ótimo dia … a menos que você tem outros planos e lembre-se, o ‘sorriso’ fará com que os dias passam melhor.

A loja de Deus

A loja de Deus

loja

Entrei em uma loja e vi um anjo no balcão.

– Santo anjo do Senhor, o que vendes?

Respondeu-me:

– Todos os dons de Deus.

– Custa muito caro?

– Não, tudo é de graça.

Contemplei a loja e vi vasos de vidro de fé, pacotes de esperança, caixinhas de felicidade e sabedoria.

Tomei coragem e pedi:

– Por favor, quero muito amor de Deus, todo o perdão Dele, vidros de fé, bastante alegria e felicidade eterna para mim e para minha família.

Então, o anjo do Senhor preparou um pequeno embrulho que cabia na minha mão.

– É possível, tudo aqui?

O anjo respondeu sorrindo:

– Meu querido irmão, na loja de Deus não vendemos frutos, apenas sementes.
“Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!”